The JangleBox

Indie, Noise, Shoegaze… Music

The Sorry Shop: Thank you come again (Ep, 2011)

Thank You Come Again Cover Art

En estos tiempos de resurgir Shoegazer y más últimamente del Indie-Pop noventero, una banda como The Sorry Shop cuadra a la perfección. Vienen desde Brasil, le dan al Indie noventero de guitarras y sus temas tienen la oscuridad de bandas referentes como Dinosaur Jr., Built to Spill o Smashing Pumpinks y la cruda ansiedad Post-Grunge. Con una buena producción, este primer lanzamiento de la banda brasileña liderada por Regis Garcia, quien se encarga también de las tareas de producción y grabación, es una pequeña explosión de intensidad guitarrera que aparece en el panorama musical brasilero que nada tiene que envidiar a producciones llegadas desde el panorama norteamericano o británico. Puedes descargar y compartir su álbum directamente desde su Bandcamp.

The Sorry Shop – Thank you come again (Ep, 2011)

“Saindo do forno em 2011, The Sorry Shop ainda engatinha pelos cantos mais sombrios da música alternativa e independente no Rio Grande do Sul. A primeira música do EP Hi, My Name is Paul!, Not The One, foi disponibilizada em julho de 2011 em diversas redes sociais e recebeu bastante atenção de blogs e outros veículos da mídia interessados no tipo de som da The Sorry Shop, além do público ouvinte, é claro. Com forte influência de uma miscelânea de bandas, do fim dos anos 70 até o fim dos anos 90, como Flaming Lips, Pixies, Dinosaur Jr, Smashing Pumpkins, Built to Spill, The Cure, The Verve, Joy Division, Émilie Simon, The Smiths, Pavement, The Jesus and Mary Chain, The Velvet Underground e por aí vai, The Sorry Shop almeja os vôos mais rasos, principalmente por os tombos destes serem mais leves. Tocar e ser escutado por quem entende o que é feito já é bom o suficiente.
Em agosto de 2011, o EP na íntegra foi liberado para download e lançado virtualmente. São cinco músicas que compõem o primeiro registro sonoro oficial da The Sorry Shop. Com letras que abordam a subjetividade humana no cotidiano e instrumental muito pouco elaborado, mas muito divertido, a The Sorry Shop aposta no simples pra fazer com que haja um pouco menos de prepotência musical no mundo e um pouco mais de diversão nos ouvidos alheios.
“Para ser bastante honesto, eu não tenho bem certeza de como tudo começou. The Sorry Shop é um projeto de (ir)responsabilidade de um cara só: tudo feito em casa da maneira mais divertida e simples possível (leia-se tosca, se preferir). Tudo feito por uma cabeça pensante apenas, para evitar o que sempre dá errado – a banda. É claro, ironicamente a banda veio depois. E no fim das contas, quanto mais gente, maior o barulho e a confusão. Nada que não seja desejável no palco. O lance é o seguinte: não é muito agradável, mas é muito sincero. Vozes imersas em um mar de ruídos. Você tenta escapar do som, mas não há para onde ir, lugar algum para escapar. Paredes de guitarras distorcidas bloqueiam todos os possíveis caminhos enquanto você sente uma certa desorientação. Há muita distorção e todas as partículas se misturam ao ar ao seu redor. Você se sente desconfortável, mas agradado. Escute o som e pegue seu instrumento imaginário favorito para tocar com a banda. Super simple songs cheias de reverb, distorção, ruído, barulho e feeling.” (lofilove.blogspot.com)

Bandcamp / Descarga legal gratuita-Free legal download

23 agosto, 2011 - Posted by | The Sorry Shop

1 comentario »

  1. […] a bandas de aquel momento. Desde Brasil hace algún tiempo nos llegó la música de The Sorry Shop (TJB, Agosto 2011), al comienzo un proyecto unipersonal liderado por  Regis García, con el tiempo reconvertido a […]

    Me gusta

    Pingback por The Sorry Shop: Bloody, Fuzzy, Cozy (2012) « The JangleBox | 10 abril, 2012 | Responder


Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

A %d blogueros les gusta esto: